Brasil,  Destaques,  Destinos,  Dicas,  Experiências,  Roteiros

O que fazer em Recife?

Vamos concordar que, se existe um lugar tradicional, bonito e cheio de histórias para contar, é a capital de Pernambuco.

Recife é uma cidade grande, onde vivem aproximadamente um milhão e meio de pessoas. Ainda assim, o município conserva tradições e a história dos seus 483 anos de existência.

Por isso, é um destino super atraente para quem busca lazer, conhecimento e cultura! Se esse é o seu caso, está indo para o lugar certo.

Veja algumas opções de o que fazer em Recife para aproveitar o melhor desse polo, responsável por concentrar as tradições e representar o segundo maior estado do Nordeste brasileiro! 

Recife Antigo (Centro Histórico) 

Marco Zero em Recife – Foto de Banco de Imagens

O centro histórico de Recife, conhecido também como bairro do Recife, surgiu de um antigo porto, onde começou povoamento daquela região.

Apesar de existir a séculos, o bairro só foi restaurado nos anos noventa e hoje representa um dos principais atrativos para o turismo na cidade!

Tudo começa na praça Rio Branco, mais conhecida como Marco Zero, onde foi pintada uma rosa dos ventos gigante, pelo artista pernambucano Cícero Dias. O lugar, em si, é um ponto turístico e centro do bairro.

Na praça está o letreiro da cidade, caracterizado com as cores do frevo, dança tradicional da região, o queridinho dos turistas na hora de tirar fotos! 

De lá, é possível avistar o Parque das Esculturas, uma coleção de obras famosa, de Francisco Brennand, enquanto desfruta da riquíssima culinária nordestina no Armazém do Porto, ao sul da praça.

Existem várias outras opções de lazer e cultura por ali, na antiga cidade, como as lojas de artesanato na Rua do Bom Jesus, os casarões históricos e os museus Cais do Sertão e Paço de Frevo, uma fonte riquíssima de história e arte! 

Olinda

Alto da Sé em Olinda

A cidade-irmã de Recife vem no combo da viagem, até porque, separar uma cidade da outra é difícil até para os próprios moradores. Existem pessoas que afirmam ter nascido nas duas e em alguns bairros, é só atravessar a rua para visitar o município vizinho! 

Olinda é conhecida pela arquitetura colonial colorida, o carnaval e algumas construções históricas, que competiam com a beleza das instalações da própria corte portuguesa, no período colonial. 

Alguns exemplos são a Catedral da Sé, Igreja de São Francisco, Igreja de São Sebastião, a ladeira e Igreja da Misericórdia, além dos museus que narram a história da região: o Museu de Arte Contemporânea e o Museu de Arte Sacra de Pernambuco. 

Outra ideia para aproveitar o bate e volta em Olinda você provavelmente já ouviu falar: a Casa dos Bonecos, onde ficam os famosos Bonecos de Olinda. Essas caricaturas gigantes merecem uma visita caso você esteja passando por lá! 

Boa Viagem

Início da orla de Boa Viagem

Se a ideia é aproveitar o litoral para curtir a praia, uma boa sugestão é passar pela feirinha de Boa Viagem, comprar lembrancinhas de artesanato e aproveitar o resto do dia com o pé na areia.

A orla de Boa Viagem cerca o bairro inteiro! E é propícia para caminhadas, passeios de bicicleta, sob a sombra de altas palmeiras, o que só colabora com uma vista super tradicional praiana.

Vale a pena separar um dia para ficar por ali, tomando banho de mar e experimentando os petiscos regionais nos quiosques ao longo do calçadão. 

Além dessa, existem outras praias menores, algumas mais reservadas, além do rio Capibaribe. Vários tours sugerem o passeio de barco pelas águas que cortam a cidade, dando aquele sentimento de estar na famosa Veneza, à moda brasileira!  

Ilha Itamaracá

Forte Orange

Há 60 km da capital está um outro cartão postal de Recife: a Ilha de Itamaracá. Essa é uma boa pedida para quem quer viver uma experiência diferente e está disposto a se aventurar nos bate e voltas na região.

É possível chegar à ilha de ônibus, van, carro, táxi, uber, da forma que preferir.  Se quiser autonomia, vale a pena investir no aluguel de um automóvel. Assim, além da Ilha, você pode recorrer a outros passeios como em Porto de Galinhas, a aproximadamente uma hora de lá. 

Em Itamaracá está o maior forte de pedras do nordeste brasileiro, o Forte Orange. O monumento rende boas fotos com a areia branca e o mar, de água azul, no fundo!

Você vai encontrar algumas opções de praias famosas por lá, por exemplo, a praia do Sossêgo. Como o próprio nome diz, é um lugar mais reservado para relaxar com a família e se afastar um tempo do movimento da capital.  

Outros atrativos da capital:

Letreiro da cidade

Antes de ir embora, não deixe de visitar alguns museus em Recife, como o Museu do Estado de Pernambuco, o Museu do Homem do Nordeste e o Memorial Luiz Gonzaga, para reconhecer a cultura local e entender melhor a importância dessa cidade para o Brasil. 

Para realizar atividades mais interativas, uma outra sugestão é passar pela Oficina Cerâmica Francisco Brennand e no Centro Cultural da cidade, onde, vira e mexe, são apresentadas música, danças, exposições de arte e diversas oportunidades de conviver um tempinho com as raízes nordestinas. 

E, claro, não deixe de experimentar os pratos dos restaurantes mais tradicionais, com o Oficina do Sabor, eleito o melhor restaurante de pratos regionais na cidade em 2018!  

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *