Destinos,  Dicas,  Exótico,  Experiências

Atacama: Tudo que você precisa saber

O destino é ideal para quem quer conhecer salinas, gêiseres, vulcões, lagoas, vales e cânions sem se deslocar tanto. Localizado no Chile, o Atacama é considerado o deserto mais alto do mundo – a altitude varia do nível do mar a 6885 metros – e também o mais seco, excluindo aqueles que ficam perto dos polos. Clássico de regiões como esta são as chuvas escassas e a temperatura que pode ir de 0ºC a 40ºC no mesmo dia. Está preparado?

Não há voos diretos, por isso é preciso desembarcar em Santiago e pegar outro avião em direção à Calama, cidade mais próxima de San Pedro de Atacama com aeroporto. De lá, um transfer leva os turistas até o povoado de apenas 5 mil habitantes. A cidade é pequenina e simples. Na via principal é possível encontrar diversas agências de turismo e hotéis. Os mais sofisticados – com comida, bebida e até passeio inclusos – costumam ficar um pouco mais distantes do centro.

O melhor é reservar mais de cinco dias para “turistar” bem pela região. Os passeios costumam durar meio dia ou até um dia inteiro, dependendo da agência escolhida. Aliás, é impossível conhecer o deserto por conta própria, mas há pacotes para todos os bolsos. De toda forma, independentemente do tipo que escolher, vale considerar que parte grande do orçamento será para isto. Serviços mais exclusivos, com poucas pessoas, lanchinhos e taças de vinhos, saem mais caro. A dica é investir nestes, com mais estrutura e segurança, para os passeios de maior altitude. Vale agendar.

Pontos turísticos

Valle de La Luna e de La Morte: as formações da cordilheira fazem com que, às vezes, pareça mais que está em Marte do que na Terra. Prepare-se para passar por cavernas e ver montanhas, vulcões e muuita areia. Este é o primeiro ponto que deve ser visitado, pela “baixa” altitude.

Salar de Atacama: a 2 300 metros acima do nível do mar está uma das maiores salinas do mundo. O cenário que impressiona é decorado com fofos flamingos que bicam as águas da lagoa Chaxa, a 62 quilômetros de San Pedro de Atacama. Prefira as agências que realizam o passeio mais para o fim da tarde, quando as cores do céu começam a mudar.

Lagunas Altiplánicas e Piedras Rojas: sim, o deserto pode ter lagoas. Miscanti e Meñiques são lagunas cujas águas vêm do desgelo do vulcão homônimo. É comum que a agência aproveite para fazer uma parada nas Piedras Rojas, por onde os visitantes caminham sobre pedras vermelhas gigantescas.

Salar de Tara: os chamados Monjes de la Pacana e a Catedral de Tara são formações rochosas com tamanhos e formatos impressionantes. Nem todas as agências realizam o passeio por estar a 140 quilômetros de San Pedro de Atacama. Também em razão do deslocamento, reserve um dia inteiro para conhecer a região.

Geysers del Tatio: antes mesmo do sol nascer, as vans se encaminham para o campo geotermal de Tatio com turistas loucos para conhecer um dos fenômenos mais curiosos do planeta. Os gêiseres são nascentes termais que, periodicamente, entram em erupção expulsando uma coluna de vapor e de água bem quente. O passeio costuma ser junto da visita a Machuca, uma área pantanal.

Tour astronômico: dizem que não há nenhum céu tão estrelado quanto o de Atacama. Ajudam o fenômeno a alta altitude e a pouca formação de nuvens. O passeio, com cerca de 2 horas, deve ser agendado para um dos primeiros dias da estadia porque, às vezes, acaba sendo adiado por alguma reviravolta meteorológica.

Ah! Confira o calendário lunar. A observação não é realizada durante lua cheia.

Dicas:

Temperaturas extremas – Esteja com a mala preparada para a diferença de temperatura diária, que pode variar de abaixo de zero até 40ºC.

Altitude – prefira começar pelos passeios de menor altitude (na ordem descrita acima). Desta maneira seu corpo se acostumará com maior naturalidade.

Para levar na mala

  • Biquíni
  • Casaco corta-vento e roupas térmicas
  • Tênis confortável
  • Hidratante e protetor labial (é muito seco)
  • Filtro solar, óculos e chapéu
  • Colírio e soro
  • Lenços umedecidos

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *